Seus documentos estão em perigo?

O seu navegador aponta alguns sites como “seguro”, mostrando um cadeado ao lado do endereço, já notou? Aposto que sim.

O que é o SSL?

O certificado SSL é uma proteção padrão para manter uma conexão com a Internet segura e, assim, garantir a integridade de qualquer dado sensível trocado entre dois sistemas.
Esse certificado impede hackers e softwares maliciosos de lerem e modificarem qualquer informação transferida, incluindo dados sensíveis como números de cartão de crédito e documentos. Os lados que recebem a proteção em geral são dois, por exemplo, um site de compras e o navegador. Há também casos em que a proteção ocorre de servidor para servidor, onde uma aplicação com dados sensíveis precisa ser protegida.

Resumindo: o certificado SSL evita que qualquer dado transferido entre usuários e sites, ou entre dois sistemas, fiquem expostos e possam sofrer ataques.

Como o SSL funciona?

Toda a segurança que citamos anteriormente acontece através da criptografia de dados, uma técnica antiga para codificar mensagens que vem sendo trabalhada de modo contínuo através de um processo que envolve chaves (uma pública e outra privada) para codificar e decodificar o significado dos dados.

A criptografia é única para cada par de chaves, e a informação criptografada com a chave pública é acessível somente para quem tem a chave privada correspondente e vice-versa.

Com a criptografia é possível barrar a interceptação de dados que são trocados na web. Essa camada de proteção também proporciona uma série de outros benefícios que podem ser acompanhados abaixo.

  • Segurança contra golpes online;
  • Relação de confiança com o usuário;
  • Pagamento com cartão de crédito online;
  • Informação mais detalhada sobre os dados de navegação.

Concluindo:

Como um ótimo sinal da evolução da web, o que antes era indispensável somente para sites e aplicativos com troca de dados sensíveis, hoje, por várias razões, se torna cada vez mais interessante para qualquer tipo de ambiente online.